FECHAR
MINHA CONTA
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar? Entrar

Para comprar ou vender

Cadastre-se no permutalivre ou use a sua conta do Facebook

Acordeon Sanfona

O termo "sanfona", no Brasil, é por vezes pronunciada acordeón, porquê na sotaque casteliano. O acordeão ou acordeom, também chamado sanfona e gaita, é um instrumento musical aerofone de origem alemã, composto por um fole, um diapasão e duas caixas harmónicas de madeira.

Na região Nordeste também recebe o nome de sanfona, embora este termo designe originalmente um instrumento músico de cordas muito tensas, similar à rabeca.
O concertina é um instrumento músico aerófono constituído por um fole, um diapasão e duas caixas harmônicas de madeira.
O acordeão é um instrumento musical aerófono composto por um fole, um diapasão e duas caixas harmônicas de madeira.
O primeiro acordeão que chegou ao Brasil era chamado de concertina (acordeão cromático de botão com 120 baixos). O acordeão tornou-se popular principalmente no nordeste, centro–oeste e sul do Brasil.
Os primeiros gêneros (fado, valsa, polca, bugiu, caijun etc.) retratavam o folclore dos imigrantes portugueses, alemães, italianos, franceses e espanhóis.
Porém, no Nordeste, desde o início do século XX, mais precisamente com a construção da malha ferroviária brasileira pelos ingleses, deu-se início a um novo ritmo, o forró, característico do nordeste brasileiro, no qual um dos principais instrumentos musicais é o acordeão.
No Rio Grande do Sul, o acordeão é mais conhecido como gaita, e a gaita-ponto (acordeão diatônico) também é conhecido como gaita-botoneira, gaita de botão ou simplesmente botoneira.
No sul, especialmente no Rio Grande do Sul, devido ao fato de sua música tradicionalista, ter a gaita como majestade e rainha dos bailes, o instrumento ficou muito conhecido, logo, grandes nomes surgiram, que também foram precursores da música gaúcha, como Adelar Bertussi, Albino Manique, Edson Dutra, Porca Véia dentre outros
O som do concertina é criado forçando o ar do fole por entre duas palhetas(localizadas no chamado forte, dentro do fole), que vibram mais grave ou agudo de pacto com a pausa entre elas(quando mais distantes, mais grave o som).
Quanto mais poderoso o ar é forçado, mais cocuruto é o som. O ar é proveniente do fole, que é desobstruído ou fechado com o auxílio do braço esquerdo. A maioria dos acordeões tem quatro registros, que são diferentes oitavas para uma mesma tecla.
Portanto, em um harmónica de 4 registros com o registro rabino pressionado, ao tocar um Dó, na verdade são tocados: 2 Dós na oitava que pressionou, um Dó uma oitava supra e um Dó na oitava subalterno, e isso é responsável pelo som único do sanfona.
O primeiro sanfona que chegou ao Brasil era chamado de concertina (sanfona cromático de botão com 120 baixos). O concertina tornou-se popular principalmente no nordeste, núcleo?oeste e sul do Brasil.
Os primeiros gêneros (fado, valsa, polca, bugiu, caijun etc.) retratavam o folclore dos imigrantes portugueses, alemães, italianos, franceses e espanhóis. Porém, no Nordeste, desde o início do século XX, mais precisamente com a construção da malha ferroviária brasileira pelos ingleses, deu-se início a um novo ritmo, o forró, característico do nordeste brasílico, no qual um dos principais instrumentos musicais é o harmónica.
No Rio Grande do Sul, o concertina é mais divulgado porquê gaita, e a gaita-ponto (harmónica diatônico) também é espargido porquê gaita-botoneira, gaita de botão ou simplesmente botoneira. Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Acordeon
Mais de
66.057
Visitantes hoje!
808.615
Anúncios ativos!

Publicidade

Permuta Livre nas Redes Sociais

Google+ Permuta Livre Twitter Permuta Livre Facebook Permuta Livre Linkedin Permuta Livre Youtube Permuta Livre
Classificados Permuta Livre
Site de compra e venda de novos e usados. Veículos, imóveis, instumentos musicais, livros, cds, dvds, computadores, etc.
O uso deste site implica na aceitação dos Termos e Condições Gerais do Permuta Livre. Copyright © 2006 - 2013 Permuta Livre.