FECHAR
MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Motos R1 à Venda

Informações sobre Motos R1

Vídeo sobre Motos R1

Motos R1 à Venda ou Troca



Aqui você pode efetuar a compra, troca ou venda de Motos R1, como produto novo ou usado. Para verificar os anúncios cadastrados, basta navegar por todas as categorias do site, no menu do lado esquerdo, e verificar se existe anúncos sobre os itens que você esteja procurando. Caso você tenha algum anúncio desta categoria para anunciar, lembre-se que você pode efetuar um anúncio gratuitamente de troca e venda de Motos R1 e divulgá-lo em nossos classificados e produtos.


HISTÓRIA DA FÁBRICA DE MOTOCICLETAS HONDA

1947 - a Honda lança seu primeiro produto: a bicicleta motorizada modelo A, com motor de dois tempos de 50cc,

1949 - O mercado já dispõe de três versões - model A e C de 50cc e o triciclo model B de 89cc. Em agosto do mesmo ano, lança sua primeira motocicleta, o model D, batizado de Dream, com motor de dois tempo.

Model D 1951 - a Honda lança o model E, visivelmente igual ao D, mas com motor de um cilindro, quatro tempos e 146cc.

1952 -Sai o modelo F Cub de bicicleta motorizada.

1953 - a Honda lança o modelo J Benly de 90cc;

1954 - depois de assistir a uma etapa do TT, na ilha de Man, Grã-Bretanha, Soichiro resolve desenvolver modelos de competição; 1958 - Honda lança a motoneta C100 Super Cub, avó da Biz, que se tornaria o seu modelo mais produzido no mundo, com 26milhões de unidades até o ano de 1998. Lança também o modelo C71 Dream de 250cc (em 1960 saiu a C72 Dream).

Super Cub c100 C71 Dream 250cc 1958

1959 - Aberta nos EUA a American Honda Motor Co. Nas pistas, Honda estréia no TT da ilha de Man e chega em sexto na categoria 125cc. Lança o modelo C92 Benly, com motor dois cilindros, quatro tempos, 125cc e partida elétrica; 1960 - inicia a produção de motos em Suzuka. Lançada a primeira moto da linha CB (Citzen Band - faixa do cidadão), a CB72, com motor dois cilindros, quatro tempos e 250cc, que faz muito sucesso na Europa e EUA.

O Brasil importa uma grande quantidade do modelo C110 (fabricado de 1959 a 1969) de 50cc na cor preta, para serem alugadas nas grandes capitais. Todas essas motocicletas foram praticamente "demolidas" na atividade a que se destinaram. Hoje é raro encontrar este modelo que marcou o início da marca no Brasil 1961 - criada a Honda Europa, atualmente Honda Alemanha, em Hamburgo. Nos EUA, a Super Cub chega a 60mil unidades vendidas. Surgem as vitórias no TT da ilha de Man, nas 125cc e 250cc;

1962 - é completada a construção do circuito de Suzuka;

1963 - a Honda inaugura a primeira fábrica européia, na Bélgica, e passa a atender diretamente os mercados francês e britânico;



1965 - criada a Honda Reino Unido (Londres). Lançada a S65, sucessora da C110, introduzindo a linha S. Lançada também a CM90 que era uma Cub com 90cc. CM90 1966 - Honda fatura o campeonato Mundial de construtores em todas as categorias (50cc, 125cc, 350cc e 500cc). A Honda EUA comemora 268.000 unidades vendidas. São lançadas a CB125 a SS125 e a CB450 DOHC "Black Bomber" com motor 4 tempos, dois cilindros, 450cc, duplo comando e 43cv . Esta última que reinaria soberana nas pistas de todo o mundo até o lançamento da CB750 em 1969. 1967 - lançada a Monkey Z50M, que pode ser dobrada e transportada no porta-malas de um automóvel a S90, a C90 e a CT90 e a SS50;

1976 - inaugurada no Brasil a Moto Honda da Amazônia, com fábrica na Zona Franca de Manaus, com início da fabricação da CG125 cujo modelo inicial permaneceu basicamente inalterado até 1979. Em 1980 mudou o grafismo do tanque e as cores. 1978 - sempre aumentando o índice de nacionalização, a Honda lança a versão mais luxuosa da CG, a ML125, com freio a disco na dianteira.

Lançada no exterior a CX500 (motor segue o estilo das Guzzi);

1979 - No Brasil a Turuna surge como uma versão esportiva da CG125, dotada de comando de válvulas acionado por corrente. No exterior é lançada a incrível CBX1000, seis cilindros em linha, duplo comando, 24 válvulas, refrigeração ar/óleo e 105cv. Foi uma resposta à italiana Benelli Sei lançada em 1972. Em 1981 saiu a versão mono-choque

CBX1000 1979 - Começa a fabricação de motos nos EUA; Para combater a incrível Kawasaki Z1 de 900cc que havia destronado a CB750 como a melhor "four" do mercado, a Honda desenvolveu o modelo CB750Fz e a CB900Fz mais conhecida no nosso mercado como Boldor, com comando duplo de válvula (DOHC). Estes modelos tiveram sucesso imediato de vendas nos EUA e Europa em razão de seu alto desempenho. CB750Fz 1979 Ficou emlinha até 1985 1980 - a Honda CB400N japonesa é a primeira moto 'grande' a ser fabricada no Brasil, com alterações estéticas e mecânicas, sob o nome CB400. No exterior a novidade é o scooter Tact DX, com motor 2 tempos, 50cc, partida elétrica e ignição eletrônica;

Acesse o Fale Conosco, no menu superior do site, caso você tenha dúvidas sobre

Motos R1.