MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Eletroestimulador a Venda

Encontre milhares de ofertas de Eletroestimulador usadas a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 28/06/2017 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

O que é Eletroestimulador?

 

 

 

A eletroestimulação muscular ou estimulação elétrica neuromuscular, é a maneira de exercitar usando impulsos elétricos. O eletroestimulador neuromuscular é um equipamento eletrônico capaz de gerar sinais elétricos que em contato em estruturas biológicas tenham a capacidade de produzir respostas terapêuticas. Podendo encontrar aparelhos com controles analógicos, digitais ou mistos.

Os aparelhos com controles analógicos são mais simples de manusear e os com controles digitais requerem um pouco mais de atenção por parte do profissional, sendo equipamentos seguros e confiáveis.

Os equipamentos digitais são dotados de microprocessadores o qual permite a precisão nos parâmetros do tratamento, armazenar dados.

 

Alguns termos são muito comuns aos praticantes da eletroterapia, mas podem sofrer variações em alguns países, mesmo mantendo os mesmos efeitos. Os parâmetros que diferem esses estímulos são principalmente o número de repetição do mesmo (frequência), a sua forma e o tempo que persiste cada estímulo (largura do impulso).

A técnica visa a estimulação tanto dos nervos sensitivos quanto dos nervos motores de diferentes partes do corpo, e para melhor distribuição deve selecionar o eletrodo de tamanho do eletrodo em função da área e da profundidade a ser estimulada.

 

 

 

Como funciona o Eletroestimulador

 

 

Através de específicos impulsos elétricos enviados ao músculo, a eletroestimulação reproduz o mecanismo de solicitação dos músculos para a contração e o relaxamento, se igualando ao efeito de treinamento.

Mas possui algumas vantagens em relação ao treino tradicional aqui não tem a força da gravidade como resistência aos pesos, que pode ocasionalmente sobrecarregar outras partes do corpo, como os ossos, coluna, ligamentos, joelhos, etc. Ou seja, com a eletroestimulação, você consegue o mesmo desempenho e as contrações de grande potência que teria ao treinar normalmente, só que preservando o seu corpo de possíveis traumas.

A eletroestimulação também é aplicada, com sucesso, para tratamentos estéticos. Seja para endurecer uma região, tonificar, hipertrofiar, eliminar gorduras localizadas, melhorar o aspecto das celulites, etc.

Enfim, sabendo usá-lo, e com o acompanhamento de um profissional, é possível obter um físico muito mais harmonioso, firme e funcional.

 



Para que serve o Aparelhos para Saúde: Eletroestimulador



A TENS age sobre as fibras nervosas aferentes como um estímulo diferencial que “concorre” com a transmissão do impulso doloroso. Favorece a ativação as células da substância gelatinosa, promovendo uma modulação inibitória segmentar. No sistema nervoso central (SNC), estimula a liberação de endorfinas, endorfinas e encefálicas, através da ativação do Sistema Analgésico Central (SAC), resultando numa diminuição ou bloqueio da percepção central à dor, no aumento do fluxo sanguíneo e redução da fadiga muscular pela remoção de dendritos e o aumento no aporte de oxigênio devido a capacidade de recrutamento de 25% do capilar sanguíneo.

Quando os impulsos são gerados com uma modulação de frequência alta e largura relativamente estreita, é chamada de TENS convencional que produz parestesia leve para moderada sem contração muscular através da área de tratamento. Este estímulo é benéfico para síndromes de dor aguda. O inconveniente da TENS convencional é a acomodação neural. O nervo se torna menos excitável com a estimulação repetida.

 

 

A TENS age sobre as fibras nervosas aferentes como um estímulo diferencial que “concorre” com a transmissão do impulso doloroso. Favorece a ativação as células da substância gelatinosa, promovendo uma modulação inibitória segmentar. No sistema nervoso central (SNC), estimula a liberação de endorfinas, endorfinas e encefálicas, através da ativação do Sistema Analgésico Central (SAC), resultando numa diminuição ou bloqueio da percepção central à dor, no aumento do fluxo sanguíneo e redução da fadiga muscular pela remoção de dendritos e o aumento no aporte de oxigênio devido a capacidade de recrutamento de 25% do capilar sanguíneo.

TENS, aplicada na periferia, ou seja, no local da lesão, ativa as fibras aferentes primárias. Essa informação é transmitida para a medula espinhal e o resultado é a inibição tanto no local como nas vias descendentes inibitórias, medula ventromedial rostral (RVM); envolve 5-HT opioides, que podem ser ativados pela substância cinzenta periaquedutal.

Estudos anteriores mostram que os receptores opioides na medula espinal e RVM e receptores serotoninérgicos, muscarínicos na medula espinhal, mediam a redução da hiperalgésica pela TENS.

 

 

Benefícios de Aparelhos para Saúde: Eletroestimulador



 

A TENS não possui efeitos sistêmicos, não causa dependência, não promove degeneração celular, nem gera efeitos colaterais. A TENS apresenta forma de pulso bifásico, assimétrico, balanceado. Os pulsos para relaxamento ou analgesia, são na forma de ondas retangulares, produzindo uma resultante vibratória variável. Pode ser utilizada como corrente de curto período com efeito analgésico e estimulante do trofismo.

A estimulação usando impulsos modulados em alta frequência e pulsos largos é chamada breve-intensa caracterizada por diminuir a velocidade de condução das fibras A-delta e C, produzindo um bloqueio periférico para a transmissão. A TENS breve-intensa clinicamente faz uma massagem por fricção, pode ser usada para mobilização articular e outros procedimentos dolorosos.

Quando os impulsos são gerados em baixa velocidade com a largura do pulso relativamente ampla, é chamada TENS de modulação de baixa frequência produzindo abalos musculares rítmicos na área de tratamento sem a percepção de parestesia. É benéfica para síndromes de dor crônica. A modulação do estímulo frequentemente aumenta o conforto.

 


O sucesso das terapias de eletroestimulação dependem também da qualidade dos acessórios que acompanham ao equipamento.

Assim por exemplo, o tamanhos dos eletrodos garantem a estimulação correta das fibras motoras sem ultrapassar os limites de densidades de correntes, fato que pode levar a provocar lesões superficiais na pele.

Os eletroestimuladores neuromusculares mais completos contam com um eletrodo especial que permite estimular os músculos da face para aplicações na área estética.

Sem dúvida, a maioria dos profissionais da área concordam que o eletroestimulador neuromuscular tratasse de um equipamento que não pode faltar na clínica de Fisioterapia ou Estética.

 



Fonte:

http://www.cecbra.com/eletroestimulador-neuromuscular-descricao/

https://ericasitta.wordpress.com/2015/04/27/voce-sabe-o-que-e-eletroestimulacao-e-como-funciona/

Comentários sobre Eletroestimulador

Vídeo sobre Eletroestimulador

Twitter
Eletroestimulador
https://www.youtube.com/embed/Zg_vGF2AivU
Eletroestimulador