MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Prog Metal

Encontre milhares de ofertas de Prog Metal usados a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 30/11/2020 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

O que é Prog Metal?

 

O Metal progressivo conhecido como Progmetal é uma mistura de Rock Progressivo e heavy Metal. 

A origem basicamente é o Heavy Metal e Hard Rock. O Rock Progressivo é influencia de técnicas que o começo culturalmentefoi no fim da década de 80 e começo da década de 1990 nos EUA e no Reino Unido.

basicamente os Instrumentos são: Bateria, Baixo, Guitarra, Teclado e Vocal. Alguns outros elementos são colocados como violinos, etc.

 

Metal progressivo (progressive metal, também conhecido como prog metal), é um subgênero do heavy metal, tendo surgido na década de 70, embora tenha sido melhor incorporado em meados dos anos 80.

 

O metal progressivo faz o uso dos elementos do rock progressivo (como a sonoridade de natureza experimental e "pseudo-clássica", músicas de longa duração, e outras peculiaridades, bem como a incorporação de estruturas liricamente e sonoramente complexas), mas congrega o "peso" e "agressão" presente no heavy metal, que trata-se, sobretudo, do uso de guitarras amplificadas e distorcidas. Bandas do tradicional rock progressivo como Rush e King Crimson, são muito descritas como influências para o metal progressivo. Já as bandas Queensrÿche, Watchtower, Fates Warning e Dream Theater, são consideradas como as primeiras bandas "reais" deste subgênero. 

 

Apesar do metal progressivo ter sido melhor incorporado no final dos anos 80, só obteve êxito comercial considerável na década de 90.Não obstante, a popularidade do gênero começou a entrar em declino no final da década de 90, e continua sendo um gênero amplamente desconhecido, com uma ínfima quantidade de fãs ou apreciadores.

 

Lista dos 10 melhores Bandas Prog Metal

  • Dream Theater
  • Symphony X
  • Artesion
  • Karmakanic
  • Pain of Salvation
  • Ayreon 
  • Shadow Gallery
  • Andromeda 
  • Opeth 
  • Circus Maximus 
  • Beyond Twilight

 

Origem o Prog Metal e Precursores do ProgMetal:

 

 

Bandas de Rock Progressivo que possuíam um som mais pesado podem ser consideradas precursoras do Metal Progressivo. Algumas delas são: High Tide, Uriah Heep e Rush. E grandes artistas como John Petrucci, Mike Mangini, Michael Romeo, John Myung, Steve Morse, Mike Portnoy, Ritchie Blackmore e muitos outros.

 

História do Prog Metal

 

Décadas de 1960 e 1970 

 

Sua origem vem do Rock Progressivo das décadas de 1960 e 1970 como bandas como Pink Floyd, Yes, Genesis e Rush.Pode-se dizer que um precursor do Metal Progressivo foi o High Tide, que publicou dois álbuns, em 1969 e 1970, especialmente seu primeiro álbum “Sea Shanties”.

 

Décadas de 1980 e 1990 

 

O Dream Theater em performance em 2008.

Mas o Metal Progressivo não desenvolveu seu próprio gênero antes da segunda metade da década de 1980. Bandas como Dream Theater, Shadow Gallery, Queensrÿche, Fates Warning e Watchtower utilizaram mais claramente e de modo mais contundente elementos desses grupos de Rock Progressivo, principalmente a estrutura da composição das músicas, mesclando-as com características do Heavy Metal, atribuídas a bandas como Uriah Heep, Metallica, Megadeth, Deep Purple, Black Sabbath e Iron Maiden. O resultado pode ser descrito como a mentalidade do Rock Progressivo com o estilo do Heavy Metal.

 

O gênero alcançou seu auge comercial a partir do final da década de 80, quando "Silent Lucidity" do Queensrÿche esteve constantemente nas rádios e na MTV. Não era uma típica música do Metal Progressivo, mas fez com que se abrissem as portas para uma nova legião de fãs do Queensrÿche, tendo surtido efeito na popularidade de outras bandas de Metal Progressivo da época. Em 1993, "Pull Me Under" do Dream Theater, uma música mais típica do Metal Progressivo do que "Silent Lucidity" e ainda numa linha mais próxima ao Heavy Metal, se tornou popular no rádio e na MTV.

 

Outra banda de bastante sucesso do mundo do Metal Progressivo é a banda Symphony X. Mudando um pouco a linha do progressivo, adicionando instrumentos de orquestra como na musica de aproximadamente 24 minutos: The Odyssey".

 

Década de 2010 

 

A banda TesseracT.

Recentemente houve o surgimento de um subgênero do Metal Progressivo, o Djent, desenvolvido a partir de bandas como Animals as Leaders, Meshuggah, Sikth, TesseracT, Textures, etc. E que conta com demais bandas como Born of Osiris, Periphery, The Contortionist, Uneven Structure, Vildhjarta, entre mais.

 

Características 

Trata-se de uma combinação de Rock Progressivo, com composições de duração pouco usual (algumas chegam até vinte minutos ou ainda mais, por exemplo, no segundo CD do álbum duplo do Dream Theater, Six Degrees of Inner Turbulence, há uma música de quarenta e dois minutos, dividida em oito partes) com direito a movimentos e diferentes atmosferas dentro deste período e a presença de músicos com competência técnica acima da média, com toda a agressividade do Heavy Metal, embora o Rock Progressivo também em certos casos se aproxime dessa performance energética (vide King Crimson).

 

Heterogeneidade musical  do Metal Progrssivo

 

A banda Amorphis.

Ainda uma das características do Metal Progressivo é a sua heterogeneidade musical, em que algumas bandas são mais próximas a Música Erudita, como o Shadow Gallery e o Symphony X, outras ao Death Metal, como o Amorphis e o Opeth, outras ao Jazz, como o Dream Theater e o Liquid Tension Experiment, outras do Power Metal, como o Evergrey e o Kamelot, outras do Thrash Metal, como o Megadeth e o Metallica, ainda outras ao Metal Alternativo, como Faith no More, Mudvayne e Tool, ou mesmo com o Sludge Metal, como o Mastodon, entre tantas mais heterogeneidades.

 

Não basta apenas saber tocar em modo frígio para montar uma banda de metal progressivo. Descubra nesta matéria tudo o que você precisa fazer para ser um “true” fã de metal progressivo. Traduzido e adaptado do texto “101 rules of Progressive Metal” da www.metalstorm.ee para português.

 

1. Insista que sua definição de prog metal é sagrada, e que as únicas bandas progressivas são as que você aponta como tal.

2. Acuse qualquer um que discorde de você em relação à regra 1 de falta de inteligência musical e de não ser um “true” fã de prog.

 

3. Tenha desprezo por músicas mainstream.

 

4. Insista que a maioria das pessoas não escuta a música, nem as letras, somente os refrões, e que por causa disso, prog metal não é mainstream.

 

5. Acuse qualquer um que discorde de você em relação à regra 4 de falta de inteligência musical e de não ser um “true” fã de prog.

 

6. Quando apresentar uma nova banda de prog metal a um amigo não músico, escolha a música mais tecnicamente difícil, e pule direto para a parte do solo.

 

7. Se seu amigo diz que é legal, diga que ele pegou a grandeza do prog e mostrou que sua inteligência é superior ao do rebanho mainstream.

 

8. Caso contrario, acuse-o de falta de inteligência musical e de não ser um “true” fã de prog.

 

9. Recuse qualquer contato com amigos que se encaixem na regra 8. Pureza racial não é tão ruim assim.

 

10. Certifique-se que seu baterista tenha um pedal duplo.

 

11. Caso contrário, chute-o fora e arranje um que tenha. Pedal simples NÃO é prog.

 

12. Possua cada projeto paralelo em que um integrante do Dream Theater esteja envolvido. Não escute nenhum deles regularmente.

 

13. Quando um babaca mainstream perguntar a você o que é prog metal, diga algo como “prog é a evolução da expressão musical e experimentalismo no rock”. Em qualquer das circunstancias, tenha certeza que a pessoa em questão não tenha entendido nada do que é prog metal. Ele não entenderia de qualquer forma…

 

14. Insista que a música sempre deve progredir, embora sempre que você escrever um álbum na veia prog, você não necessariamente precise fazer o mesmo.

 

15. Acuse qualquer um que discorde com você em relação à regra 14 de falta de inteligência musical e de não ser um “true” fã de prog.

 

16. Refira-se ao metal progressivo como música inteligente para pessoas inteligentes, de preferência em cada ocasião em que um grupo ou gênero mainstream seja mencionado.

 

17. Note que a regra acima não se qualifica como arrogância mais do que quando se aponta que vinho é bebida para os mais sofisticados.

 

18. Uma música abaixo de 4 minutos NÃO é prog. Se você estiver preso com uma música abaixo de 4 minutos, insira um solo frigio entre o guitarrista e tecladista sempre que seja necessário.

 

19. Se um babaca mainstream lhe disser que debulhadores são babacas sem cérebro, diga que "ao menos eles podem afinar suas guitarras”, e vá embora em tom de desafio.

 

20. Spocks Beard NÃO é prog. Se alguém discordar, mate-o.

 

21. Humming ao longo de melodias para uma música de prog metal é proibido. Queime todos os álbuns que você tenha com humming nas melodias.

 

22. Deteste toda música que você costumava gostar antes de entrar para o prog. Quando te perguntarem o porquê, diga “Estou curtindo BOA música agora, porque voltaria atrás?”.

 

23. Acuse qualquer músico de prog metal que corte o cabelo de se vender.

 

24. Mantenha claro que você não escuta somente prog. Jazz é uma boa alternativa.

 

25. Claro...como se você tivesse mais de 3 CDs de jazz em sua coleção...

 

26. Nunca aceite NENHUM graduado de Berklee em sua banda. Os expulsos são bem melhores.

 

27. Riffs em 4/4 não são progressivos. Se acontecer de você criar um riff bacana em 4/4, alterne-o entre 4/4 e a marcação característica de prog como 7/8 e qualquer outra medida para assegurar a complexidade musical sinônima de progressividade metálica.

 

28. Seja capaz de mencionar 20 bandas que ninguém tenha ouvido falar, nem mesmo “true” fãs de prog. Mesmo que não possua nenhum lançamento destas bandas.

 

29. Arranje uma Ibanez. Isto não é negociável.

 

30. Gaste 5 horas por dia criticando outros músicos em fóruns.

 

31. Gaste 5 minutos do resto do dia realmente praticando seu instrumento.

 

32. Grite com as pessoas que façam batem cabeça em shows: eles não são prog o suficiente para pegar a música, o que eles poderiam esperar?

 

33. Quarta sustenida é sua amiga. Para se assegurar que seu álbum seja um lançamento progressivo “true”, inclua ao menos uma parte em que o teclado toque acorde crescente em quarta sustenida, em uma única nota com ritmo quebrado em 7/8.

 

34. Certifique-se que o nome da sua banda seja tanto um:

 

a) Oximoro:

-Silent Noise

-Tender Harshness

-Healing Gun

 

b) Algum nome de som estranho arrancado de um livro obscuro.

-Deitronus

-Tarakoch

-Fentaran

 

c) Combinação aleatória de ao menos 2 palavras com 3 sílabas.

 

-Eternal Twilight Tranquility (nada é mais progressivo do que isto)

-Redolent Arithmetic

-Evolution of Vernacular Domesticated

 

35. Não se preocupe se o nome de sua banda faz sentido ou não. Como 90% de sua base de fãs são do Brasil e Japão, você pode ignorar gramática inglesa convencional com segurança e, em vez disso, se concentrar no que realmente importa: as letras (veja regra 36).

 

36.Escreva letras profundas e ambíguas.

 

37. Se você não for capaz de escrever letras profundas e ambíguas, inclua ao menos uma das frases a seguir para assegurar reconhecimento como gênio lírico em círculos prog:

 

"I`m staring towards ascension divine, caught in my own revelation, a nightly mystery of soulburning apparition"

 

"Mornings` gentle caress, a ray of sunlight enveloping the spirit of the sleeper ventriloquist"

 

"A timid, palatable genocide, turn towards the decline of mankind, the festering wound of ages past changes into the soul-spirit of vestigial sentences."

 

38. Use um instrumento não convencional como violino ou saxofone, não importando o quanto idiossincrásico possa parecer. Isto é ser prog.

 

39. Assegure-se que seu baixista tenha quantas cordas for possível. Não se preocupe se ele usa aproximadamente 3 das 11 cordas de seu baixo Carvin de 30 kg, simplesmente dê a ele um solo de baixo no meio da sua melodia instrumental obrigatória (mais cedo do que tarde), onde ele realmente possa mostrar a extensão de suas capacidades instrumentais. Imagine o alcance das escalas em um instrumento como esse!

 

40. Lance um álbum ao vivo entitulado "Live in Tokyo".

 

41. Mude as marcações de tempo. Constantemente.

 

42. Acuse qualquer um que não o faça, de falta de inteligência musical e de não ser um “true” fã de prog.

 

43. Seu amplificador PRECISA ser um Mesa Boogie. Se um amigo seu tentar convencer-lhe que está errado e que deveria ver seu Marshall, diga que a melodia dele é fraca e zunidora.

 

44. Afirme que Metallica não pode arrancar sons apropriados de seus Boogie. Eles são tão... unprog!

 

45. Inicie uma banda cover do Dream Theater com amigos que recém estejam começando a tocar instrumentos. Gaste metade dos ensaios falando mal de bandas punks e como as pessoas não entendem suas músicas.

 

46. Toque uma versão ruim de um som dificílimo do DT em concursos de bandas no estilo Covernation. Metropolis Part 1 ou Dance of Eternity são ambas boas escolhas, assim como Erotomania.

 

47. Quando sua banda ficar em último, jogue toda a culpa no júri; eles não tem idéia do que significa boa música! Por que outra razão eles deixariam bandinhas pop chatas ganharem?

 

48. Falando em começar a tocar um instrumento; sempre comece com a música mais tecnicamente difícil que você conheça. Lembre-se, este é um testemunho ao seu imenso talento, então se assegure de mencionar isto em toda comunidade na internet que você freqüente.

 

49. Quando você seja capaz de tocar algo em meio-tom bem superficialmente, mencione orgulhosamente que você “cravou” o som em questão.

 

50. Pessoas serão tentadas a pedir por uma gravação da façanha mencionada na regra 49. No entanto, você não é capaz de providenciar isto porque a) seu equipamento de gravação foi dissolvido por ácido digestivo no dia anterior, b) você não precisa provar nada para ninguém. Sua palavra deve bastar c) Você não entende nada de computadores (mesmo que você passe a maior parte do dia sentando na frente de um deles), do mesmo modo que você passa a maior parte do dia praticando seu instrumento.

 

51. Tool NÃO é prog. Se qualquer um insistir que eles são, mate-o.

 

52. Deteste Falling into Infinity. Se vier algum sentimento durante um lapso de concentração de que você atualmente goste de FII (mesmo as músicas mais "proggier" tais como TOT) lembre-se que DT se vendeu.

 

53. Na verdade, afirme que DT se vendeu a cada oportunidade que surgir, isto significa toda a hora que o nome for mencionado.

 

54. Não seja John Arch. Insista que qualquer pre-Alder Fates é 100% não prog.

 

55. Não se mova nos palcos. Em nenhuma das circunstâncias, se esqueça de que ninguém em show de prog presta atenção no público, incluindo a banda.

 

56. As melhores músicas são aquelas que duram cerca de 15 minutos, sejam divididas em múltiplas seções com vários nomes, e possuam solos de todos na banda, INCLUINDO o baterista.

 

57. Acuse qualquer um que discordar de você de falta de inteligência musi… É, você já pegou, certo?

 

58. Nunca, em qualquer circunstâncias, diga que o Six Degrees Of Inner Turbulence, do Dreamtheater, detonou.

 

59. Nunca deixem que digam que Dave Weckl é melhor do que qualquer outro baterista de prog metal. Se eles insistirem, não os mate, melhor ponha o solo de bateria de Mike Portnoy do "Live in Tokyo" de 1993, que até hoje é o marco de boa bateria, INDEPENDENTE do gênero.

 

60. Ainda seria uma boa idéia estar com a arma pronta, afinal de contas.

 

61. Bateristas: Kits imensos são OBRIGATORIOS!!!! Se tudo o que você tiver for um de 4 peças com 3 pratos porcaria, então você não pertence ao palco. Um kit de bumbo de 5 peças é o mínimo do mínimo necessário. Se você possuir um kit pequeno, COMPRE MAIS PRATOS E TAMBORES!!!!!!!

 

62. Não, 6 tons não são o suficiente, MAIS PRATOS E TAMBORES!!!!

 

63. Reuna-se com velhos integrantes e lancem um álbum com a intenção de compensar os anos de má aceitação pelos fãs (veja Yes) ou proclamar que seu próximo álbum será um retorno a glória passada (veja Queensryche). Se falhar, culpe os produtores ou a gravadora.

 

64. Quando alguém lhe perguntar porque prog metal não é tão popular se é tão bom, diga a ele que é porque “Está acima das cabeças de pessoas mainstream”.

 

65. Talento = Habilidade técnica. Hail a qualquer banda com solos ultra-rápidos por seu imenso talento.

 

66. Afirme publicamente que sua banda não é religiosa, e então, faça alusões religiosas e/ou espirituais nas letras.

 

67. De ênfase à sua mentalidade aberta. Declare que você gosta de todos os tipos de música, exceto tipos inferiores tais como pop, rock `n roll, blues, techno, trance, rap.

 

68. Acuse os fãs dos gêneros mencionados acima, de não terem mente aberta.

 

69. Arranje um Kurzweil. Já que o inigualável <<>>, Jordan Rudess o toca, você não tem escolha à não ser arranjar um para você, não importando o tipo de sintetizador que você prefira. TODOS SE AJOELHEM AO PODEROSO 88 TECLAS <<>> KURZWEIL!!!

 

70. TODA A GLÓRIA PARA O HYPNO-KURZWEIL!!!! (Fãs de Futuruma irão saber do que isto se trata)

 

71. Exiba-se com seu equipamento. Exiba-se com sua habilidade para tocar/cantar. Exiba-se com seu *aham* comprimento. Exiba-se com sua namorada. Exiba-se com qualquer coisa que você possa imaginar. Exiba-se até com seu CACHORRO, pelo amor de Deus.

 

72. Caso você não tenha um cachorro, arrume um.

 

73. Toque “air-drums” ou “air-guitar” durante os shows. Isto irá certificar que outros fãs de prog reconheçam seu imenso talento.

 

74. Sem mais idéias para escrever músicas? Insira uma parte de uma única nota lenta com ritmo veloz onde o vocalista grite "ENTER THE SUUUNNNNNNNN" várias vezes.

 

75. Perceba que voce pode substituir "ENTER THE SUUUNNNNNNNNN" tanto para: "FATHER, MY ADOLESCENCY IS AGONNNNNYYYYYYY" ou "THE APPARITION DIVIIIIIINNNNEEEE". Qualquer uma das três opções são escolhas válidas.

 

76. Como assim, você não travou seu bumbo?

 

77. Lembre-se, velocidade=mais progressivo. Canções lentas não podem ser progressivas, melhor exemplo seria Pink Floyd.

 

78. Se alguém afirmar que PF são prog, gentilmente mencione a regra 1 enquanto você prepara para fazer um "Varg", por assim dizer.

 

79. Durante as gravações , acuse o produtor, o engenheiro de gravação, e metade da banda, que eles não estão tocando o som apropriadamente uma única vez sequer.

 

80. Assegure-se que a capa de seu álbum tenha uma imagem psicodélica feita por computador, um quadro exuberante com figuras mitológicas, ou que seja ilustrado por Travis Smith.

 

81. Escreva épicos.

 

82. Caso você não saiba, épicos devem ser sobre adolescência, envolvendo uma lenda, ou um conto profundo antiutópico onde uma cidade/mundo/pizzaria fictícia e decadente, sirva como uma metáfora para este mundo.

 

83. Possua bagageiro com vários equipamentos.

 

84. Tenha bagageiro sem equipamentos. Quem irá vê-los se você não mostrá-los?

 

85. Sem intro para sua música? Insira uma única nota com ritmo quebrado acentuado na caixa, com mudanças de acordes no teclado de fundo.

 

86. Recuse a emprestar CDs de prog para amigos mainstream. Quando perguntarem porquê, diga que ele/ela “irá entender quando amadurecer”.

 

87. Quando estiver tocando em QUALQUER turnê, do bar mais underground, até o mais gigantesco estádio, tenha certeza que nenhuma pessoa da platéia irá embora sem ter escutado cada batida que você seja capaz de tocar.

 

88. Tenha ao menos 5 spots de solo durante um show.

 

89. Caso você tenha se esquecido enquanto lia isto, prog metal é música inteligente para pessoas inteligentes.

 

90. Não, Marillion não e prog. Gentilmente recomendo que você veja a regra 20.

 

91. BOOOM!!!

 

92.Compre novos álbuns de mestres passados do prog.

 

93. Se eles forem apenas lixo e sem nenhuma comparação com álbuns antigos, dê uma martelada na sua cabeça até você começar a apreciá-los.

 

94. Afirme que não há bandas prog, somente DIFERENTES.

 

95. Claro que isto se aplica somente às bandas que você conheça. Veja regra 1.

 

96. Caso você queira saber, Dream Theater é, e sempre será o marco para o prog metal. Quanto mais algo soar como Images and Words, mais progressivo será.

 

97. Proclame a regra 96 às pessoas fazendo uma cara fechada demonstrando toda a seriedade.

 

98. Tenha projetos paralelos. Assegure-se que todos os projetos paralelos consistam em interferências sem objetivo algum sobre repetições incessantes de riffs clichês.

 

99. Certifique-se que ao menos um de seus projetos paralelos tenha Mike Portnoy na bateria.

 

100. Se você não conseguir Mike Portnoy, arranje alguém que soe como ele.

 

101. Quer dizer que você ficou lendo isto enquanto você poderia estar praticando algo ao longo de Metropolis Part II ou compondo um épico? Que vergonha!!!!

 

 

 

Fontes:

http://whiplash.net 

Wikipedia.org

 

 

Comentários sobre Prog Metal

Vídeo sobre Prog Metal

Twitter
Prog Metal
https://www.youtube.com/embed/4xyycpgmu_w&feature=youtu.be
Prog Metal