MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Construção

Encontre milhares de ofertas de Construção usados a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 18/01/2019 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

O que são Indústria e Comércio: Construção?

A Construção civil representa a realização de obras como casas, edifícios, barragens, pontes, fundações de máquinas, aeroportos, estradas, e outras infraestruturas, onde arquitetos e engenheiros civis estão envolvidos em colaboração com técnicos de outras áreas. Faz parte,a execução de todos as etapas de um projeto desde a fundação ao acabamento e consiste em se adequar ao que consta tais projetos, sempre respeitando as técnicas construtivas e as todas as normas vigentes.

Um dos setores mais importantes para a economia de um país diz respeito à atividade industrial, seguidos do setor de serviços e agronegócios. E não poderia deixar de lado um setor da economia formado por uma enorme quantidade de atividades como o da construção civil. É tão grande que pode ser denominado como de macro complexo da construção e diz respeito a um conjunto de atividades econômicas, diferentes e interligadas uma às outras. Segundo o site Construfácil, a construção civil com como segundo maior setor econômico do Brasil e representa aproximadamente 16% do PIB brasileiro, perdendo apenas para a agroindústria.

De acordo com historiadores, a indústria surgiu com a transição do capitalismo comercial para o industrial, no início do século XVIII, por meio de insumos como vapor, carvão e ferro. Mas foi a partir da Segunda Revolução Industrial, em 1860, que o capitalismo industrial se tornou rentável, com o aço, a energia elétrica e produtos químicos. A chamada Terceira Revolução Industrial surgiu em 1970 com a evolução da informática.

O crescimento industrial gera, portanto, mudanças de hábitos, padrões culturais e gerando novas necessidades de consumo e onde tal conceito não diz mais respeito às necessidades de sobrevivência, mas ao status social. De acordo com Nunes (FTC/EAD), a produção industrial está diretamente associada à multiplicação de diversos ramos de serviços que caracterizam a cidade moderno e o desenvolvimento tecnológico dos meios de transporte e comunicação.

O consumo gerou a acumulação que, por sua vez caiu nas mãos de comerciantes burgueses e a expansão marítima incitou por maior produção a preços baixos. Consequentemente, desde então, outro fenômeno surgiu o da mecanização.

 

Lista dos 10 maiores construtoras do país

  • Gafisa - com total de 296 obras

  • MRV - com total de 448 obras

  • Cyrela - total de 113 obras

  • Brookfild - com total de 119 obras

  • PDG - com total de 219

  • Rodobens - total de 188 obras

  • Even - total de 88 obras

  • Direcional - total de 88 obras

  • Plaenge - com 178 obras

  • Toledo Ferrari - com total de 30 obras

 

Como funciona o Construção

 

A história diz que, no período da Revolução Industrial por exemplo, os fatores determinantes para o funcionamento das indústrias estavam diretamente ligados às reservas de carvão mineral, que era a principal fonte de energia da época. Atualmente, as indústrias contam com energia siderúrgica. Desde os primórdios, os funcionárias deveriam desenvolver suas funções simples e de maneira repetitiva, em alguns casos ainda permanecem desta forma, sem a necessidade de saber algo a mais para complementar o seu trabalho, e se submeterem às ordens de seus gerentes. No entanto, este modelo se tornou decadente, pois funcionários limitados e sem motivação não proporcionam crescimento para a indústria.

 

Todos os ramos industriais necessitam de determinados fatores para viabilizar o seu funcionamento como, por exemplo, uma boa rede de transportes e telecomunicações. Mas, segundo pesquisas, uma indústria de base precisa de mais matéria-prima e energia do que outras que utilizam de alta tecnologia, estas precisam de mão-de-obra altamente qualificada. E para que as de bens de consumo funcione é preciso que haja um mercado consumir amplo, em suas proximidades.

 

A construção civil atua em três frentes, sendo elas planejamento e projeto, execução e manutenção de obras que podem ser acompanhados por um técnico. Segundo manual do Ministério da Educação (2000), na fase de planejamento o técnico atua no levantamento de informações cadastrais, técnicas de de custos, que irão subsidiar a elaboração do projeto ou compor o seu estudo de viabilidade. Projetos arquitetônicos e de instalações também podem ser desenvolvido detalhando as informações necessárias para o andamento da obra.

 

Na fase de execução o profissional implanta e gerencia o canteiro de obras de acordo com algumas medidas, sendo elas programas de qualidade e custos, instalações, fluxo de insumos, a contratação de trabalhadores, entre outros. Já no momento de manutenção e restauração diz respeito a restauração e execução de estruturas arquitetônicas, além de atividades de manutenção preventiva da obra.

 

A área da construção civil está ligada a outras como gestão, gerenciamento de manutenção e execução, além de contar com outros setores como transportes, mineração, agropecuária, artes, design, meio ambiente, química, informática e comércio.

 

Para que serve o Indústria e Comércio: Construção  

 

É por meio da atividade industrial que o homem adquire os produtos de grande utilidade para o seu dia a dia, além de gerar milhares de empregos e renda. No entanto, sua expansão tem gerado diversos e sérios problemas ambientais como os gases emitidos pelas fábricas, que poluem acamada atmosféricas e esgoto lançados nos rios sem nenhum tratamento.

 

O mundo do trabalho vem sofrendo diversas transformações significativas, segundo o Ministério da Educação, no que diz respeito aos avanços tecnológicos apontando para a extinção de determinadas profissões. O mercado tem apresentado redução significativa dos postos de trabalho, em diversos setores. Uma demanda crescente vem acontecendo em poucos setores da economia, mais precisamente no segmento de serviços pessoais, de lazer, turismo, alimentação, entretenimento, etc.

 

No entanto, contrariando a esta tendência a área da construção civil não tem apresentando um elevado de grau de automação e modernização, visto que o número de máquinas é restrito a grandes obras. Porém, diversos avanços estão surgindo para tornar a construção mais simples. O Brasil é um país grande e carente de infra estrutura, sendo a maior parte dependente de tratamento de redes de esgoto e água, estradas, ferrovias, entre outros. O que o torna um mercado em expansão e crescimento, acontece que há uma carência em investimentos em obras públicas de grande porte.



Tipos de Construção

 

A indústria se divide em alguns setores como o setor primário que envolve a extração de recursos naturais como agricultura, mineração e madeira e apenas enviam os produtos para as fábricas para obter lucro, sem que sejam processados ou replantados. O setor secundário envolve o processamento de produtos originados pelo setor de extração que incluem as refinarias de metais, as que produzem móveis e as de embalagens de produtos agropecuários como carnes. Já o terciário é o que oferecem serviços como administradores, entre outros. Ainda tem o setor chamado de quartenário que diz respeitos a pesquisas científicas e tecnológicas.

 

Outro modelo de construção civil diz respeito à moradia, o qual tem mostrado um grande vigor, apresentando grande participação no mercado, com construção e reforma de residências. No geral, são conduzidas pelo próprio proprietário, mas orientado por profissionais com competências técnicas. Todo este contexto mostra um novo cenário no setor, que utiliza de empresas grandes e pequenas, especializadas ou terceirizando parte da mão de obra.   

 

Benefícios Construção Sustentável



Reduzir ao máximo o impacto ambiental tem sido a meta de diversos setores da economia, ão poderia ser diferente na construção civil. Tal medida se caracteriza pela implantação de técnicas conscientes, por meio dos recursos disponíveis de forma sustentável. A ideia é possibilitar satisfazer necessidades sociais sem que para isso precisa prejudicar o meio ambiente.

 

A preservação da natureza por meio da construção sustentável é de suma importância, não apenas para a sociedade, mas para as próximas gerações, sendo esta a melhor maneira de diminuir os impactos causados ao meio ambiente. São diversos os benefícios, como a economia de cerca de 70% em produtividade com a construção de edifícios. Traz benefícios à saúde física dos funcionários e moradores de edifícios sustentáveis, além da satisfação do indivíduo saber que os projetos de sustentabilidade dos quais estão inseridos são favoráveis à natureza e garantir qualidade de vida para ele e sua família.

 

Por isso, investir no setor de construção civil é sempre um uma maneira segura de aumentar o seu patrimônio ou mesmo gerar milhares de empregos diretos e indiretos.

 

O Permuta Livre é uma página completa que pode auxiliar empreendedores que queiram adquirir produtos, equipamentos e insumos na área. Você pode encontrar o que precisa e falar direto com o vendedor, o que torna viável uma compra justa, além de comercializar os seus produtos com comodidade e segurança, através de um click. Aqui você também pode realizar trocas e anunciar seus produtos. Entre, fique à vontade para navegar e encontrar o que deseja!

 

ANÚNCIOS DE CONSTRUÇÃO EM DESTAQUE

Comentários sobre Construção

Vídeo sobre Construção

Twitter
Construção
https://www.youtube.com/embed/wcoOqLoUYco
Construção