MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Cachaças e Aguardentes

Encontre milhares de ofertas de Cachaças e Aguardentes usados a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 24/06/2019 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

O que são Cachaças e Aguardentes?

 

As cachaças e aguardentes são bebidas alcoólicas brasileiras muito conhecidas por serem bastante fortes, e são usadas principalmente no preparo da caipirinha, bebida típica do Brasil.

 

Mas qual é o origem da cachaça? A cachaça tem sua origem no Brasil, sendo descoberta entre os escravos na época da colonização brasileira, uma vez que aqueles que trabalhavam com a cana de açúcar, acabaram descobrindo o líquido que vinha da cachaça, líquido esse que começa a ser consumido pelos escravos para aguentar intensas jornadas de trabalho.

 

A cachaça tem como uma das origens de seu nome um termo português, a “cachaza”, que era um tipo de vinho de menor qualidade. Outra origem do nome vem do termo cachaá, que é a primeira espuma que se encontra enquanto o açúcar é feito, e a segunda espuma era justamente a bebida que os escravos consumiam. Com o tempo, essa segunda espuma começou a ser destilada com o melaço fermentado, criando mais um tipo de cachaça que ainda era um produto muito popular e barato, comum entre os escravos e entre os de baixa renda.

 

Porém, hoje em dia a cachaça é muito apreciada, é feita através de processos de qualidade e é uma bebida consumida no Brasil e no mundo. Entre os nomes conhecidos para a cachaça temos, pinga, branquinha, cana, etc.

 

A cachaça é um produto típico do Brasil, e muitos a reconhecem como um dos símbolos do país, sem contar em relação a popularização da caipirinha, símbolo do país que usa a cachaça como base. No Brasil, e principalmente, no estado de Minas Gerais, hoje em dia são feitas cachaças de altíssima qualidade que tem ganhado o mundo.

 

Apesar da popularidade de hoje, em 1635, época do Brasil colonial, a cachaça foi proibida de ser comercializada pelos portugueses porque ela era uma concorrente da chamada “bagaceira”, que era um aguardente feito da uva. Essa proibição caiu por terra em 1661, mas foi apenas em 1994 que a cachaça foi realmente conhecida como um produto que fazia parte da cultura do Brasil.

 

Como hoje em dia a cachaça é uma bebida de alta qualidade, ela passou a ser altamente conhecida, e ela é distribuída pelo mundo todo, chegando a ser exportada a mais de 60 países. O país onde a bebida fez mais sucesso foi a Alemanha que recebe cerca de 30% do total de exportações do produto.

 

Apesar das melhores cachaças do Brasil serem em sua maioria de Minas Gerais, o estado que mais produz a bebida é São Paulo, seguido do Rio de Janeiro e de Pernambuco. O número de produtores cresce cada vez mais e há uma estimativa de que hoje ele esteja em torno de 40 mil.

 

Lista dos 10 melhores Cachaças e Aguardentes

 

  • Cachaça Vale Verde
  • Cachaça Anísio Santiago
  • Cachaça Canarinha
  • Cachaça Germana
  • Cachaça Claudionor
  • Cachaça Boazinha
  • Cachaça Casa Bucco
  • Cachaça Armazém Vieira
  • Cachaça Magnífica
  • Cachaça Piragibana


Como funcionam as Cachaças e Aguardentes

 

A produção da cachaça é feita em basicamente seis passos. O que deve-se saber é que ela é uma bebida alcoólica extraída da cana de açúcar, diferentemente dos aguardentes que são extraídos de frutas, por exemplo.

 

Para começar a produzir a cachaça é preciso que haja a colheita manual da cana-de-açúcar, que quando mais doce, mais deixará a cachaça saborosa. Nesse sentido, após a colheita, deve ser respeitado um tempo máximo de até 36 horas para que essa cana seja moída.

 

Após a moagem, se adiciona água, farelo de arroz e fubá de milho para que a ação dessas chamadas leveduras consiga transformar essa mistura em um tipo de “vinho”.

 

Esse vinho de cachaça deverá então ficar repousado por ao menos 24 horas em madeira, inox ou plástico, em local arejado, com temperatura controlada de 25 graus.

 

Após esse período de repouso, é a hora de destilar a cachaça, e dessa maneira o vinho é fervido, onde são produzidos muitos vapores condensados, e uma alta taxa de álcool etílico.

 

Nessa parte, o vapor é filtrado e os detritos são retirados do mesmo para deixar a mistura da cachaça mais pura e limpa.

 

Por fim, esse líquido conseguido fica em barris de madeira para envelhecer, e dessa maneira a cachaça começa a ficar a cor e aroma característicos, podendo ser engarrafada e vendida.

 

Para que servem as Cachaças e Aguardentes

 

Essa famosa bebida brasileira serve para ser consumida tanto pura, como no preparo de bebidas como a famigerada caipirinha. A cachaça ainda pode ser utilizada no preparo de pratos e petiscos da nossa gastronomia, combinando e harmonizando ainda tipos de cachaça com tipos de comida.

 

Falando um pouco mais da caipirinha, ela é uma das bebidas que tem como base a cachaça mais famosas, sendo conhecida mundialmente. O melhor a se registrar em relação a caipirinha é que ela é muito popular por ser um drink muito saboroso e de fácil preparo.

 

Entre os usos culinários da cachaça, podemos citar algumas receitas com carne de porco, como o preparo de lombinho, doces como rosquinhas de cachaça, e o virado de abobrinha que mistura legumes a cachaça. No sentido da culinária, as possibilidades de uso da cachaça são muitas e surpreendem.

 

Tipos de Cachaças e Aguardentes

 

A cachaça em si é um aguardente, mas esse aguardente só pode ser chamado de cachaça se for feito da cana-de-açúcar, e tiver um teor alcoólico que esteja entre 38% e 48%, e que tenha sido obtida a 20 ou 25 graus Celsius, destilada e fermentada através do caldo da cana.

 

Se a bebida produzida não possuir essas características, ela não poderá ser chamada de cachaça, mas apenas de aguardente de cana. Sendo assim, podemos dizer que toda cachaça é aguardente, mas nem todo aguardente é cachaça.

 

Além disso, a cachaça só pode ser feita da cana, e os aguardentes podem ser conseguidos através de outras frutas como o caju e a uva, e dessa maneira eles não serão cachaças, mas aguardentes de caju ou uva. Essas bebidas podem ser classificadas como aguardentes compostos.

 

Outro fator que define uma cachaça como uma cachaça de verdade é o fato de que ela deve ser produzida no Brasil para ser a original.

 

Benefícios das Cachaças e aguardentes

 

Muitos costumam ligar a cachaça a elementos negativos, mas poucos sabem que ela pode trazer benefícios não apenas ligados a boas bebidas, festas e drinks, mas ligados também a manutenção de uma boa saúde. Nesse sentido, a cachaça é uma bebida que pode trazer as famosas alucinações prazerosas que vem do consumo da bebida, mas também pode ter funções medicinais que foram descobertas desde os tempos da colonização, quando elas eram usadas pelos escravos como um elemento terapêutico, e que ajudava a aguentar as duras rotinas de trabalho, deixando o escravo até mesmo mais forte.

 

Após esse período, a cachaça começou a se popularizar também entre a fatia um pouco mais abastada da sociedade, onde também era difundido o fato de que ela seria medicinal, e até hoje muitos a oferecem como um remédio que ajuda a melhorar a saúde de uma pessoa.

 

Nesse sentido, muitas pessoas começaram a misturar a cachaça com limão e mel para tentar aumentar ainda mais seus efeitos medicinais, e esse pequena e simples fórmula já foi considerada como um dos melhores remédios para resfriados e gripes, e até hoje esse remédio é utilizado, principalmente no interior do Brasil.

 

Um fator interessante é que acredita-se que foi a partir dessa mistura com limão e mel que surgiu a caipirinha, onde o mel foi trocado pelo açúcar, e o gelo foi adicionado posteriormente, dando-se a criação da bebida mais famosa do Brasil.

 

Apesar das crenças populares, é comprovado que consumir álcool com moderação ajuda a manter uma boa saúde, uma vez que o consumo moderado pode aumentar a presença do colesterol bom (HDL) em nosso organismo, ajudando inclusive na melhor circulação do sangue. Outros benefícios são o menor risco de diabetes tipo 2, e infarto.

 

Quanto as quantidades para que a cachaça aja de maneira correta no organismo de uma pessoa, ela é de duas doses para um homem adulto e uma dose para uma mulher adulta, onde doses maiores do que essa diariamente podem fazer o efeito contrário, trazendo muitos problemas a pessoa que bebe a cachaça, sendo um risco a saúde, e podendo evoluir para o abuso de bebidas alcoólicas.

 

Porém, com moderação, a cachaça está aí para ser usada como remédio e para ser uma bebida deliciosa.

 

Lista dos Princiais Benefícios:
 
  • Doses saborosas
  • Aumento da cultura do país
  • Aumento da identidade do país
  • Drinks saborosos como a caipirinha
  • Auemendo do colesterol bom
  • Melhora da circulação
  • Diminuição das chances de infarto
  • Diminuição dos riscos de desenvovler diabetes tipo 2


Sendo assim, a cachaça e os aguardentes são ótimas escolhas para quem deseja uma bebida saborosa e que tenha tudo a ver com a cultura do Brasil.

 

Hoje são encontradas cachaças de altíssima qualidade e a produção no país tem crescido cada vez mais. Fique ligado nos benefícios da bebida, e aproveite para curtir uma caipirinha, a bebida mais famosa do nosso país.

Comentários sobre Cachaças e Aguardentes

Vídeo sobre Cachaças e Aguardentes

Twitter
Cachaças e Aguardentes
https://www.youtube.com/embed/hBb-_TM-sOo
Cachaças e Aguardentes