MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Esponja

Encontre milhares de ofertas de Esponja usados a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 18/01/2019 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

esponja

1.

zoo design. comum aos animais invertebrados, sésseis e ger. marinhos, do filo dos poríferos, com corpo de formato variável, radialmente simétrico ou assimétrico, dotado de um sistema de filtração do alimento composto por poros, canais, câmaras e células flageladas e de um esqueleto interno formado por espículas e/ou por fibras orgânicas.

2.

o esqueleto desses animais, que consiste numa substância porosa e macia, us. para esfregar o corpo durante o banho.

O que é esponja?

1.     São organismos bem antigos. Suas características morfológicas, tais como a relativa simplicidade estrutural e o baixo grau de diferenciação dos tecidos, em conjunto com o registro fóssil, as colocam como um dos animais multicelulares mais primitivos existentes.

2.     São facilmente encontrados em quase todos os ambientes aquáticos, desde rios até as fossas abissais, em regiões tropicais e polares, vivendo presos às rochas ou outros substratos do fundo do mar ou dos rios, pois são animais sésseis (incapazes de movimento).

3.     Apesar de serem animais multicelulares, as células dos poríferos apresentam certo grau de independência. Além disso, não possuem tecidos verdadeiros ou sistemas (digestivo, respiratório, nervoso e reprodutor). Eles realizam a digestão intracelular. A respiração e a excreção se fazem por difusão direta entre a água circulante e as sua células.

1.     As diversas espécies possuem uma extrema variedade de cores e dimensões e apresentam formas variadas, sendo assimétricos ou de simetria radial.

2.     O nome Porífera refere-se à estrutura porosa do corpo, com muitas aberturas superficiais, por onde entra a água (poros inalantes ou óstios) e um único poro grande exalante (o ósculo), pelo qual sai a água após percorrer a cavidade central do corpo.

3.     Possuem duas camadas:

1.     Pinacoderme – revestimento externo formado por células achatadas (pinacócitos).

2.     Mesoílo – camada interna de matriz gelatinosa que contém material esquelético e células amebóides.

Tipos de células:

1.     Células amebóides (ocorrem no Mesoílo):

1.     Coanócitos - células flageladas circundado por um colar de microvilos que promovem a circulação da água, captura de alimento e diferenciação nos gametas masculinos.

2.     Arqueócitos – são fagocitários e exercem um papel na digestão e na diferenciação nos gametas femininos.

3.     Colêncitos – responsáveis pela produção de fibras colágenas.

4.     Esclerócitos – produção de espículas calcarias ou silicosas.

5.     Espongiócitos – Já a produção de espículas de espongina é realizada pelos espongiócitos.

6.     Miócitos – células contráteis que formam esficteres ao redor dos poros e principalmente ao redor do ósculo.

1.     Espículas: existem em várias formas e são importantes na identificação e na classificação das espécies. O esqueleto proporciona uma estrutura de sustentação para as células vivas do animal e localiza-se primariamente no mesoílo, mas as espículas frequentemente se projetam através da pinacoderme.

1.     Podem ser calcareas, silicosas ou orgânicas (espongina).

Estrutura das Esponjas

1.     Reconhecem-se três tipos estruturais de esponjas: ascon, sicon e leucon, que diferem entre si pela complexidade da parede do corpo.

1.     Ascon – é a forma mais primitiva dos espongiários. A parede é formada por duas camadas celulares. A camada mais externa é denominada dermal e a mais interna, gastral; entre as duas camadas celulares, há um mesênquima gelatinoso. Possui poros inalantes que se abrem diretamente na espongiocela.

2.     Sicon – a parede do corpo é formadapor dobramentos , formando canais flagelados. Identificam-se dois tipos de canais: os inalantes e os radiais. A água penetra pelas camadas radiais, indo para a espongiocela. Os canais radiais são revestidos internamente por coanócitos. A superfície externa e os canais inalantes são revestidos pela camada dermal, formada por pinacócitos. O mesênquima gelatinoso é bem mais desenvolvido do que no áscon, contém amebócitos e espículas.

1.     Leucon – é o tipo mais complexo; o átrio é reduzido, enquanto a parede do corpo é bastante desenvolvida e percorrida por um complicado sistema de canais e câmaras. Os coanócitos encontram-se revestindo câmaras esféricas, também denominada câmaras vibráteis, interpostas num sistema de canais. Os canais partem dos poros e atingem as câmaras transportando água e são denominadas inalantes. Das câmaras saem os canais exalantes que atingem a espongiocela. Os coanócitos só aparecem nas câmaras vibráteis.

1.     A maioria das esponjas é contruída no plano leuconóide, o que evidência a eficiência desse tipo de estrutura.

Reprodução

1.     As esponjas multiplicam-se assexualmente e sexualmente.

1.     Assexuada:

1.     Regeneração – partes de uma esponja perdidas por lesão são substituídas; é uma capacidade de valor na cultura de esponjas.

2.     Brotamento – os brotos ou se separam da esponja à medida que o crescimento prossegue, ou permanecem fixos, aumentando o número de partes ou o valume da massa.

3.     Gemulação – as esponjas de água doce e algumas marinhas formam brotos internos ou gêmulas. A gemulação é uma adaptação às mudanças estacionais e também uma forma de colonização de novos ambientes.

1.     Sexuada:

1.     A maioria das esponjas apresenta reprodução sexuada. Algumas espécies são hermafroditas ou monóicas, isto é, o mesmo indivíduo forma gametas masculinos e femininos, enquanto outras são dióicas, isto é, os indivíduos apresentam sexos separados.

2.     Tanto os óvulos como os espermatozóides se formam a partir dos amebócitos. Os espermatozóides são liberados na água, enquanto os óvulos ficam presos à parede do corpo da esponja.

3.     Os espermatozóides nadam ativamente para dentro do átrio da esponja fêmea, onde penetram na parede do corpo e fecundam os óvulos ali presentes. O zigoto assim formado se multiplica, originando uma pequena bola de células flageladas, que se transforma em uma larva, que em algumas espécies é a parenquímula e, em outras, a anfiblástula.

4.     A larva anfiblástula, um estágio jovem da futura esponja, se liberta da parede do corpo, atingindo o exterior através do ósculo. Após nadar durante certo tempo, a anfiblástula se fixa à um substrato submerso, onde origina uma nova esponja.

Importância das esponjas

1.     Espécies do gênero Spongia e Hippospongia são usadas como esponjas de banho. Mas atualmente são mais usadas as esponjas sintéticas, principalmente em razão do menor custo destas.

2.     Uma vez que possuem capacidade filtradora, estes organismos são bioindicadores da qualidade da água, sendo, inclusive, bastante solicitadas em trabalhos de monitoramento ambiental.

3.     São, ainda, um dos grupos de organismos com maior porcentagem de espécies produtoras de compostos antibióticos, antitumorais e antivirais.

4.     Servem de alimento para muitas teias alimentares e as cavidades internas das esponjas são habitadas por grande número de organismos, desde crustáceos a vermes e moluscos. Geralmente estão associados com recifes de corais, abrigando grande diversidade de organismos marinhos.

1.     Além disso, as esponjas perfurantes (gêneros Cliona e Aka) escavam galerias complexas em substratos calcáreos como corais e conchas de moluscos. Apesar de causarem danos significativos às culturas comerciais de ostras, a bioerosão causada por estas esponjas em recifes de coral auxiliam no processo de crescimento do recife.

2.     As esponjas são os únicos metazoários

3.     conhecidos a manter relações simbióticas

4.     com cianofíceas, que produzem glicerol e

5.     compostos fosfatados para a nutrição das

6.     esponjas. Esponjas portadoras de ciano-

7.     bactérias funcionam como produtores

8.     primários, e apresentam um crescimento

9.     rápido e alta produtividade primária em

10.  recifes de coral.

Preservação

1.     A fauna de poríferos da costa Atlântica da América do Sul é uma das menos conhecidas do mundo, e a maior parte do conhecimento sobre a espongofauna brasileira vem de dragagens na plataforma continental efetuadas por expedições estrangeiras.

2.     A poluição e o excesso das práticas de pesca perigosas (como pesca com cianeto ou dinamite), pesca predatória, sedimentação e descoramento, além da destruição provocada pela exploração de mergulhadores, que retiram material para colecionar e vender são graves ameaças aos poríferos.

3.     Infelizmente pouco se fala sobre a preservação das esponjas no Brasil.

4.     Uma variedade de atividades, incluindo a educação, a regulamentação e o estabelecimento de zonas marinhas protegidas devem ser criadas e colocadas em curso para proteger as ricas populações de poríferos.

 

/Geral /O que é esponja?

A palavra esponja possui uma classificação gramatical como sendo um substantivo feminino. A referida palavra é conhecida no Brasil pelos nomes de coroa-crísti, coronácris, coronha, espinilho, esponjeira e esponjinha, é um arbusto perene, de folhagem delicada e com espinhos. Suas flores, de cor amarelo-ouro, têm a forma de pompons e exalam agradável perfume. Além disso, sua separação silábica se dá da seguinte maneira: es-pon-ja. Ademais, referida palavra possui sete letras, dentre elas vogais e consoantes. As vogais são: “e, a, o” já as consoantes são: “s, p, n, j”. Por outro lado, dita palavra pode ser escrita de outro modo, ou seja, ao contrário, ficando assim: ajnopse.

 

Significado de esponja

 

Quando se fala na palavra esponja podemos dizer que é um instrumento usado para a higiene pessoal ou limpeza de superfícies tanto corporal e de louças. As esponjas são caracteruizada por ter boa absorção de água ou outro líquido e produtos. Ademais a  esponja é um material poroso que pode ser feito de fibras de celulose ou polímeros de plástico que geralmente é de poliuretano. Há esponjas naturais, utilizados nas atividades de higiene pessoal como no banho e são utilizadas para a limpeza facial ou corporal.

 

Quando se usa uma esponja pode ser utilizada para distribuir o sabão no o corpo durante o banho e é utilizada para atividades normais de higiene. Outras esponjas são utilizadas para tarefas de limpezas específicas, tais como carros ou para prorrogar os cristais de sabão. As lavandinas são produdos que quando em contato com esponjas fazem com que o indice de absorção de espumas seja bem maior.

 

Existem produtos para lavagem de louça, que consistem de uma combinação de lã e esponja podem ser utilizadas de modo a que um ou o outro.

Impreterivelmente as esponjas sintéticas podem ser modelos de avivamento cultivados por processos naturais. È muito fácil de encontrar esponjas vegetais que são na maioria das vezes vendidas em farmácias e lojas de produtos naturais e ademais são usadas como esfoliantes ou produtos de limpeza que promovem a circulação sanguínea.

 

O uso de esponjas para higiene pessoal é um ato de ativação da corrente sanguínea que pode ajudar no processo de drenagem linfática. Tem algumas dicas para manutenção adequada de esponjas uma delas é fazer o processo de fricção com pouca força e sempre que for quardá-la secar e colocar em lugar onde não tenha muita umidade. As esponjas são utilizadas para vários fins e é muito útil tanto para higienização pessoal e utensilios.

 

Sinônimos de esponja

 

São sinônimos de esponja as seguintes palavras: Bucha, Franela.

 

Antônimos de esponja

 

São sinônimos de esponja as seguintes palavras:  Panos, trapo.

 

Exemplos de usos e frases

 

Comprei uma esponja e coloquei para tomarmos banho, foi um sucesso tremendo e com isto foi possível ativar a circulação das pernas e fazer com que a higienização fosse completa.

 

Para lavar louças tem que contar com as esponjas marca Sul Mineira, uma marca grande de mercado e faz clientes por toda parte do país. Espero que outras pessoas consigam utilizá-la e desfrutem de uma ótima lavagem.

 

Para lavar seu carro, você não poderá esquecer de comprar esponjas de cristais, haja vista que são próprias e é usada por vários lava jatos do Brasil. È recomendável pela absorção e também pelo eficiência na lavagem.

Comentários sobre Esponja

Vídeo sobre Esponja

Twitter
Esponja
https://www.youtube.com/embed/jtPqmHSoFtU
Esponja