MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Container convencional

Encontre milhares de ofertas de Container convencional usados a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 26/06/2019 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

O que é Container convencional?

 

É um equipamento de Armazenagem.

 

Containers

 

Existem diversos tipos de equipamentos de armazenagem que são utilizados de acordo com a necessidade do produto a ser armazenado e da área disponível. Há algum tempo atrás, o conceito de ocupação física se concentrava mais na área do que na altura Em geral, o espaço destinado à armazenagem era sempre relegado ao local menos adequado. Com o passar do tempo, o mau aproveitamento do espaço tornou-se um comportamento antieconômico. Racionalizar a altura ocupada foi à solução encontrada para reduzir o espaço e guardar maior quantidade de material. O conceito de “verticalização de cargas” tem como objetivo o máximo aproveitamento dos espaços verticais, contribuindo para o descongestionamento das áreas de movimentação e redução dos custos unitários de estocagem. Os fatores básicos que determinam a necessidade de armazenagem são:

 

- Necessidade de compensação de diferentes capacidades das fases de produção.

- Garantia da continuidade da produção.

- Redução dos custos de mão de obra.

- Redução das perdas de materiais por avarias.

- Melhoria na organização e controle de armazenagem.

- Melhoria nas condições de segurança de operação do depósito.

 

A Armazenagem é a guarda provisória de produtos para futura distribuição e dentro deste processo são necessários alguns equipamentos para facilitar a acomodação do material e a movimentação. Um dos equipamentos que iremos ver é o Container.

Containers: Grandes recepientes utilizados para materias sólidos, a granel e líquidos, que permitem acomodar, estabilizar e proteger cargas com grande peso ou volume.

Um contentor ou container é um recipiente de metal ou madeira, geralmente de grandes dimensões, destinado ao acondicionamento e transporte de carga em navios, trens etc. 

É também conhecido como cofre de carga, pois é dotado de dispositivos de segurança previstos por legislações nacionais e por convenções internacionais. Tem como característica principal constituir hoje em dia uma unidade de carga independente, com dimensões padrão em medidas inglesas (pés).

Nos primórdios da navegação marítima, toda mercadoria era transportada em tonéis. O tonel, por ser uma embalagem resistente e de fácil manuseio, foi o sistema ideal que nossos antepassados encontraram para enfrentar as grandes dificuldades existentes nas operações de embarque e desembarque.

Dificuldades estas facilmente imagináveis, se levarmos em conta que não existia a eletricidade e a máquina a vapor e, por conseguinte, não se conheciam os guindastes elétricos, nem as empilhadeiras mecânicas. 

Após muitas sugestões e debates de âmbito internacional, apenas uma norma ficou definida: a proposta "embalagem" deveria ser metálica, suficientemente forte para resistir ao uso constante, e de dimensões modulares. 

Foi criado então o Container, não só para evitar enormes perdas no transporte como quebras, deteriorações e desvios de mercadorias, como também para agilizar e reduzir o custo das operações de carga e descarga.

Embora o container para os efeitos práticos seja uma embalagem, na realidade ele é muito mais do que isso, pois sendo considerado para todos os efeitos legais como equipamento do veículo transportador, ele recebe uma série de vantagens e favores fiscais.

 

O container deve preencher, entre outros, os seguintes requisitos:

 

a) Ter caráter permanente e ser resistente para suportar o seu uso repetido.

 

b) Ser projetado de forma a facilitar sua movimentação em uma ou mais modalidades de transporte, sem necessidade de descarregar a mercadoria em pontos intermediários.

 

c) Ser provido de dispositivos que assegurem facilidade de sua movimentação, particularmente durante a transferência de um veículo para outro, em uma ou mais modalidades de transporte.

 

d) Ser projetado de modo a permitir seu fácil enchimento e esvaziamento.

 

e) Ter o seu interior facilmente acessível à inspeção aduaneira, sem a existência de locais onde se possam ocultar mercadorias".

 

 

Tipos de container

 

Carregamento final, inclusão completa – Dry Box

Container básico intermodal com portas no final, acomodáveis para cargas gerais não requerendo controle de meio ambiente quando em rota. Usado para cargas gerais secas existentes, como alimentos, roupas, móveis, etc. Equipado com portas ventiladas nos finais ou laterais, e usadas para cargas geradas de calor, que requerem de proteção contra avarias de condensação (sudação). 

Versões com ventilação de ar elétrica são disponíveis. Ventiladores são normalmente encaixados com defletores para prevenir a entrada de água de chuva ou do mar. Igual ao dry box. Usado para Cacau e Café e cana de açúcar.

 

Carregamento lateral, inclusão completa

Equipado com porta lateral para uso em acondicionamento em descarga de carga onde não seja prático o uso de portas finais, também quando o container necessita permanecer nos trilhos enquanto a carga e colocada ou removida do container. Além das porta tradicionais, temos as laterais somente na lateral direita ou ambas esquerda/direita e também temos o container com portas no frontal.

 

Abertura de Topo – Open Top

Usado para carretos pesados, ou itens desjeitosos onde o carregamento ou descarregamento da carga através das portas finais e laterais seja impraticável. A maioria dos containeres é equipada com cobertura de tecido e são sempre indicados como contêiner de topo “suave” ou “rude”. Alguns containeres de abertura de topo são encaixados com cobertura de painéis tipo hatch removíveis ou teto de metal total destacáveis.

 

Isolantes

Para cargas que não poderiam ser expostas a mudanças rápidas ou bruscas de temperatura. Disponíveis em versões ventiladas e não ventiladas. Algumas transportadoras provêm containeres com sistema de aquecimento para uso especial.

 

Refrigerados

Isolante e equipadas com sistema de refrigeração embutido, gerado por conexões elétricas diretas ou por geradores a gasolina ou a diesel. É usado primariamente para alimento ou outros artigos que requerem temperatura controlada de meio-ambiente.

 

Volume Líquido – Tanque

Container tipo tanque para transporte de líquidos. Alguns têm sido designados para especificações de alto nível. Para transporte de certos materiais perigosos.

 

Volume Seco

Designado para transporte de carga tais como produtos químicos secos e grãos.

 

Prateleiras Retas

Disponíveis com vários modelos e tamanhos, as prateleiras retas são usadas para madeira, produtos de moinho pesados, largos e desajeitados, maquinários e veículos. Alguns são equipados com laterais removíveis.

 

Automóveis

Usado para o transporte de veículos, disponível nas versões abertas ou fechadas.

 

Animais vivos

Configurado para o transporte de animais; os containeres são disponíveis para o transporte de gado, aves domésticas e outros animais.

 

Coberta marítima

Container de topo aberto experimental desenvolvido pela “Marad” e a Marinha Americana. Este sistema de manejo de carga é desenhado para adaptar a navios cargueiros ou transporte de equipamentos pesados fora de tamanho (principalmente militares). A construção do piso work-trough(seção do piso aberta por uma manivela própria) pode reduzir tempo de descarregamento e espaço de armazenamento de pier, desde que eles não necessitem ser removidos da destinação.

 

High-Cube

Estes containeres são usados para cargas de alto-volume, baixo peso e pode aumentar a área cúbica. Os containeres “high-cube” são de 2,89m de altura e comprimento de no máximo de 12m.

 

Vestuário

Com prendimentos especiais, e encaixes de teto internos, estes contêineres podem ser usados para pendurar vestuário.

 

 

É possível morar em um container com a cara de uma casa convencional.Com valor cerca de 20% mais baixo e a rapidez na execução da obra, o que ainda afasta muitas pessoas de uma casa container é a ideia de viver em um caixote.Mas é possível optar por esse tipo de projeto sem perder o jeito de casa ampla, confortável, com muitas possibilidades estéticas e funcionais, inclusive, sem a estrutura do container à mostra.O problema é que a obra fica mais cara, pelo acabamento em grafiato, por exemplo, ou uso de gesso no interior do imóvel. Outra alternativa para acabar com o aspecto industrial é o vidro nas fachadas, em grandes aberturas.

Para a transformação, é possível abrir várias janelas ou portas, o que remete à outra dúvida cruel sobre o sistema, o conforto térmico.O ar condicionado não é obrigatório para quem quiser morar em uma casa assim, porque a temperatura interna pode ser até 12°C mais fresca que do lado de fora.

Por se tratar de uma estrutura mais leve que a alvenaria, reduz significativamente a carga nas fundações, otimizando desta forma o direcionamento dos custos dentro da obra.

Outro fator economicamente favorável é de ordem conceitual: por se tratar de algo inovador e sustentável, uma edificação em containers gera uma mídia espontânea bastante intensa, favorece a disseminação da proposta e se torna um marco para o local onde se insere.

 

Comentários sobre Container convencional

Vídeo sobre Container convencional

Twitter
Container convencional
https://www.youtube.com/embed/RQn6f6TrIA0
Container convencional