MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Pipas

Encontre milhares de ofertas de Pipas usados a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 20/06/2019 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

O que é Pipa?

 

 

É composta de uma estrutura armada que suporta um plano de papel que tem a função de asa, sustentando o brinquedo. Conforme o modelo pode contar com uma rabiola, que é um adereço preso na parte inferior para proporcionar estabilidade, geralmente feitas de fitas plásticas finas ou de papel, ou mesmo de pano, amarradas a uma linha.
 
As pipas podem ter muitas formas e tamanhos; as mais comuns são planas e têm forma de losango. As pipas mais sofisticadas podem ter forma de caixas ou até de animais.
 

  

Lista dos 10 melhores Pipas

 

 

  • Suru
  • Raia
  • Peixinho
  • Pipa de Biquinho
  • Pipa Pião
  • Pipas Modelos

 

 

Como funcionam os Pipas

 

A brincadeira soltar pipa é bem divertida para as crianças e também para adultos com espírito jovem. Com uma linha, os garotos conseguem direcionar e fazer malabarismos no céu.

 

É possível soltar pipa sozinho, em um pequeno espaço, com menos de um metro. Tudo que você tem a fazer é ficar de costas para o vento e ir administrando a linha. Deixe um pouco de linha fora do carretel, tomando cuidado para não embolar. E quando a pipa for puxando, você vai liberando linha até ela ficar flutuando no céu, bem lá no alto.

 


De que são feitas as pipas?

 

São feitas de varetas de madeira e papel, em diversas cores. Acho que as mais bonitas são aquelas feitas com as cores da bandeira do nosso Brasil: verde, amarelo, azul, branco. Também, preto, vermelho, etc. No final deste artigo você vai ver um vídeo, ensinando tudo.

 
No período das férias escolares, as crianças gostam de diversos tipos de brincadeiras, entre as quais, bola de gude, patinetes, patins, carrinhos de rolimã e soltar pipa. A diversão é boa, mas os perigos estão por perto, podendo levar a morte. Claro que ninguém vai deixar de brincar por isso, mas é importante que se tenha cuidado com todo tipo de brincadeira.



Tipos de Pipas



  • Suru
  • Raia
  • Peixinho
  • Pipa de Biquinho
  • Pipa Pião
  • Pipas Modelos

 

 

Pipa, papagaio, cafifa, pandorga, arraia, pepeta, quadrado…

 

Chame como preferir, esse é o brinquedo que alcança alturas que todos nós gostaríamos de alcançar; que tem o poder de fazer o que todos gostaríamos de fazer: simplesmente voar.

 

Mas elas podem ser muito diferentes umas das outras, você sabia? Se você gosta de pipas, confira os mais diversos modelos que existem em todo o mundo!

 

 

Pipas : Suru, Raia

 

É uma pipa composta de apenas duas varetas de bambu armadas em formato de cruz e completamente encapada por um papel, normalmente seda, desempenhando a função de asa, sustentando a pipa no ar. Esta pipa não possui rabiola, e é bem comum aqui no Brasil.

 

Para fazê-la, você precisará de:

 

Duas varetas de bambu, papel de seda, cola e uma boa quantidade de fio resistente (fio 10, por exemplo).

 

 

Como fazê-la:

 

Junte as varetas de bambu, montando uma cruz. Cuide para que as varetas tenham extremidades proporcionais e não fique torta. Em seguida, passe a linha em volta da união das duas varetas de bambu, enrole até que elas estejam bem firmes uma na outra.

 

Depois você já pode encapá-la com o papel liso ou estampado de sua preferência, usando uma boa cola para fixar bem o papel no bambu. Encape a partir do cruzamento dos bambus até a ponta mais extrema embaixo. Depois que a cola secar, sua pipa estará pronta!

 

 

Raia:

 

A pipa Raia é muito parecida com a pipa Suru, suas diferenças são bem pequenas: na pipa Raia as varetas de bambu são cruzadas uma no meio da outra, com todas as extremidades iguais, o que dá a pipa Raia o formato de um losângulo.

 

O material para fazer a pipa Raia é o mesmo para fazer a pipa Suru.

 

Já o modo de fazer a pipa Raia é quase igual ao modo de fazer uma pipa Suru. Só o que muda, é que você irá encapá-la de ponta a ponta.

 

 

Pipas: Peixinho e Pipas de Biquinho

 

Ainda lembra-se da pipa Raia? Então, a Peixinho é igual à pipa Raia, porém esta deverá possuir uma cauda – a rabiola – que serve para a pipa ganhar mais estabilidade no ar.

 

Portanto, se seu interesse passou a ser a pipa Peixinho, faça a pipa daquele mesmo jeito.

 

Agora saiba como fazer a rabiola para sua pipa:

 

De uma sacola de plástico, ou daqueles sacos de lixo, recorte tirinhas de 1,5cm de largura por 40 cm de comprimento.

 

Então, com um espaço de 10 cm entre uma tirinha e outra, prenda as tirinhas na linha que deverá sobrar da ponta de baixo da pipa.

 

Observação: prenda as tirinhas da sacola com a própria linha, se você usar as próprias tirinhas para fazer os nós, elas escorregarão pela linha assim que sua pipa começar a tomar altura.

 

 

Pipa de Biquinho:

 

Você já deve ter visto esse modelo de pipa sobrevoando você e com certeza se encantou. A Pipa de Biquinho sempre chama a atenção com a sua rabiola imensa e o bico comprido. O corpo desta pipa é mais comprido e sendo assim mais bicudo, mas o diferencial desta pipa ainda está na cauda.

 

Ou seja, para fazê-la você pode seguir a idéia da Pipa Suru, porém para ela ficar bicuda, a vareta que fica em pé deve ser ligeiramente mais comprida do que a vareta que ficará na posição horizontal;

 

Depois basta colocar uma rabiola bem extravagante nela e você terá como resultado uma Pipa de Biquinho.

 

 

Pipa Pião

 

Essa pipa com toda a certeza chama muito a atenção de quem se depara com uma dessas no céu. Sendo um dos maiores modelos de pipa, ela necessita de uma cauda bem também para poder se sustentar no ar. O legal desta pipa, é que por mais longe que ela voe você tem mais chance de diferenciá-la das outras.

 

Você determina o tamanho com o qual ela ficará no final de acordo com o tamanho das varetas de bambu que você usará para montar sua estrutura.

 

Para montar uma Pipa Pião você precisará de:

 

Três varetas de bambu, sendo que uma deve medir de 60 cm a 75 cm e as outras duas – iguais – devem medir de 40 cm a 45 cm.

 

Linha fio 10, cola e papel de seda liso ou com uma estampa de sua preferência.

 

Como montá-la:

 

Primeiramente, você fará uma cruz com a vareta maior e uma das menores, lembrando que a maior deverá ficar em pé. Então amarre essas duas varetas bem firmes uma na outra, com a linha fio 10.

 

Feito isso, a vareta que sobrou você coloca exatamente entre a primeira vareta deitada e a ponta de baixo da vareta que ficou de pé, amarrando bem firme com a linha fio 10.

 

A Pipa Pião, como a Suru, não fica completamente encapada, você deverá encapá-la desde a primeira união de varetas que fez, até a ponta de baixo da estrutura da pipa.

 

Depois de encapada, basta fazer uma cauda extravagantemente grande como na Pipa de Biquinho, e sua Pipa Pião estará pronta!

 

 

Pipas Modelos 

 

São pipas cujo modelo, forma, tamanho, cor e absolutamente nada é definido. A pipa modelo é uma pipa conhecida, antes de tudo, por sua beleza.

 

A Pipa Modelo costuma estar presente em Competições e Festivais de Pipas, sempre encantando o público ao atingir o céu com sua beleza única.

 

 

Dicas dos bombeiros
 
 
 
1. Não solte pipa nos dias de chuva, pois se houver relâmpagos no céu, você pode receber uma descarga elétrica e morrer.
 
2. Cuidado com as antenas, existentes em quase todas as residências e os fios elétricos.
 
3. Vá brincar em um parque ou em uma roça.
 
4. Todo cuidado é pouco, se você estiver empinando sua pipa em locais movimentados, pois pode ser atropelado ou cair em algum buraco, principalmente se estiver andando para trás.
 
5. Preste atenção ao trânsito, carros, motos, bicicletas, para evitar ser atropelado.
 
6. Nunca escolha linha metálica (fio de cobre ou bobinas), nem papel laminado para usar em sua pipa.
 
7. Nunca empine sua pipa de cima de uma laje, telhado ou qualquer lugar que não tenha proteção. Brincar é bom, mas está vivo e saudável, é o principal de tudo.

 

 

História:
 
 
As pipas nasceram na China antiga. Sabe-se que por volta do ano 1200 a. C. foram utilizadas como dispositivo de sinalização militar. Os movimentos e as cores das pipas eram mensagens transmitidas à distância entre destacamentos militares.
 
No décimo segundo século, na Europa, as crianças já brincavam com pipas. Vale a pena notar também o papel desempenhado pela pipa como aparelho de medição atmosférica. O político e inventor americano Benjamin Franklin utilizou uma pipa para investigar e inventar o Pára-raios. Hoje, a pipa mantém a sua popularidade entre as crianças de todas as culturas.
 
Aqui no Brasil, as pipas chegaram pelas mãos dos portugueses durante a colonização. Hoje, são conhecidas por diversos nomes, segundo a região brasileira: arraia (Bahia), pipa (Rio de Janeiro), papagaio e pipa (São Paulo), pandorga (Rio Grande do Sul e Santa Catarina), quadrado, tapioca, balde (Nordeste e Maranhão).
 
Mais importante que o nome é a diversão! Entretanto, é mais gostoso se divertir com segurança. Em dias chuvosos, não solte pipa, muito menos perto de fios telefônicos, elétricos ou antenas. Em dias de sol, procure por lugares abertos como praças e campos de futebol.
 
Caso a pipa enrosque num fio, nunca tente tirá-la. Isso mesmo: NUNCA!
 
Outra coisa: nunca use linhas cortantes (cerol) porque pode machucar outras pessoas e, principalmente, você. Cuidado com as motos e os carros. Olhe bem onde pisa, principalmente quando está andando para trás enquanto olha a pipa lá no alto.
 
Convide o papai, o titio, o vovô, enfim todo mundo, para curtir esta brincadeira com você. Tenha um bom voo!
 
 
Fontes:
 
 
dicionarioinformal.com.br
obrasileirinho.com.br
pipastornado.com.br
 

Comentários sobre Pipas

Vídeo sobre Pipas

Twitter
Pipas
https://www.youtube.com/embed/XVopu96J0S8
Pipas