MINHA CONTA
Fechar
Para continuar, acesse sua conta ou faça um cadastro rápido.
E-mail ou Login
Senha
Esqueceu a senha?
Não consegue se autenticar?

Para comprar ou vender Fechar

Seja bem vindo ao Permuta Livre.

Suínos

Encontre milhares de ofertas de Suínos usados a venda no Permuta Livre. São milhares de anúncios publicados até 19/03/2019 e você pode comprar ou trocar diretamente com o vendedor. + continuar lendo

O que é Suínos?

 

Os Suínos podem ter surgido na Europa ou na Ásia no início do período Oligocênio (entre 35 milhões e 23 milhões de anos atrás). 

 

Nas Américas, a evolução dos pré-suídeos foi iniciada no período Eoceno (entre 53 e 35 milhões de anos atrás)  com o gênero Eohyus, seguido depois pelo Parayus, o Heloyus; no período Mioceno (entre 23 e 5 milhões de anos atrás) pelo Perchoerus e o Thinohyus. 

 

A maioria dos estudiosos admite que a domesticação do S. scrofa, o atual porco doméstico, ocorreu na China à cerca de 4.900 anos antes de Cristo.

 

 

Lista das Principais Raças de Suínos

 

  • Bazna
  • Berkshire
  • British Lop
  • Cantonense
  • Duroc
  • Hampshire
  • Hereford
  • Kele
  • Lacombe
  • Landrace


Como funcionam os Suínos

 

Os suínos são animais homeotérmicos, capazes de regular a temperatura corporal. No entanto, o mecanismo de homeostase, é eficiente somente quando a temperatura ambiente está dentro de certos limites. Portanto é importante que as instalações tenham temperaturas ambientais próximas às das condições de conforto dos suínos. Nesse sentido, o aperfeiçoamento das instalações com adoção de técnicas e equipamentos de condicionamento térmico ambiental tem superado os efeitos prejudiciais de alguns elementos climáticos, possibilitando alcançar bom desempenho produtivo dos animais.

 

 

Para que servem os Suínos

 

Na universidade de Illinois (EUA) estão sendo produzidas fêmeas suínas, que tiveram seu genoma alterado, através da introdução nos seus cromossomas, de um gene bovino responsável pela produção da proteína láctea. As porcas com esse gene, produzem leite contendo a proteína bovina denominada µ -lactoalbumina, que aumenta a produção de leite.

 

 

Tipos de Suínos

 

  • Bazna: É encontrada na região central da Transilvânia, na Romênia onde também é conhecida como Porcul de Banat e Basner. A raça começou a ser desenvolvida em 1872, a partir de cruzamentos entre Berkshire e Mangalitsa (uma raça autóctone). Em 1885 e também na primeira década do século XX outros cachaços Berkshire, foram importadas da Inglaterra e utilizados para  a melhoria da raça. Também exemplares das raças Yorkshire e Sattelschwein foram utilizados nesta melhoria. O Bazna foi reconhecido oficialmente como raça em 1958 com o estabelecimento do livro genealógico. 

 

  • Berkshire: Originalmente os Berkshire eram porcos de grande porte, ossudos e feios,  autóctones do condado de Berk na Grã Bretanha, podendo ser pretos e brancos com manchas vermelhas ou cor de areia. Foi a primeira raça suína que os criadores ingleses procuraram melhorar. Os melhoramentos começaram em 1780, com os primeiros cruzamentos com porcos chineses, ainda sem muito critério. Os melhores resultados vieram a partir da década de 1820, graças ao empenho de Lord Barrington (falecido em 1829). Hoje o Berkshire é um animal preto com as extremidades brancas, cabeça mediana e côncava, de orelhas eretas e afastadas,ronco volumoso, cilíndrico, comprido e profundo, pernas curtas, fortes e aprumadas, cerdas rijas e espessas.

 

  • British Lop: A raça foi criada em 1920, possivelmente pelos cruzamentos de diversos animais brancos do País de Gales, Cumberland e Ulster. Inicialmente a raça não era muito utilizada em cruzamentos, mas quando foram efetuados cruzamentos com o Yorkshire (Large White), os resultados foram bastante satisfatórios. O suíno British Lop é um dos maiores animais encontrados na Inglaterra. É branco com orelhas caídas sobre a cara.

 

  • Cantonense: Encontrado no delta do rio Zhujiang em Guangdong (Cantão) na China. É também conhecido como Dahuabat, Kanton, Macao e Pearl River Delta. É uma raça de animais  pretos e brancos, destinados a produção de banha e de carne.

 

  • Duroc: Em 1882 foi criada a ‘Associação de Criadores de Suinos Vermelhos’ que no ano seguinte recebeu o nome de ‘American Duroc-Jersey Swine Breeders Association’. As raças Berkshire e Tamworth também contribuíram no melhoramento da raça. Em 1882 foram importados por alguns fazendeiros exemplares destas raças com este objetivo. Em 1940, os associados decidiram que o nome da raça fosse encurtado para Duroc. Apresenta animais de grande estatura e volume; cabeça pequena; tronco largo, profundo e roliço; membros altos e fortes.  A pelagem é vermelha cereja, podendo variar de pelagem vermelha escura a vermelha clara, com manchas pretas.

 

  • Hampshire: É uma das raças mais antigas dos Estados Unido podendo ter sido proveniente de animais da chamada ‘Old English Breed’ importados entre 1825 e 1835 do condado de Hamp, o que deu origem ao nome. Os animais da raça tornaram-se muito bem aceitos pela sua rusticidade, força e facilidade de manejo. A difusão da raça aconteceu na década de 1920 quando a cultura de milho foi incrementada nos Estados Unidos, principalmente em Ohio, Illinois e Kentucky. Foi o porco escolhido pelos açougueiros de Kentucky para a produção do famoso ‘Smithfield Ham’. Em 1893 foi organizada em Kentucky a primeira associação de criadores, mas somente em 1904 foi padronizado o nome de Hampshire para a raça e criada a ‘Associação Americana de Criadores’ que foi extinta em 1907 e substituída pela ‘American Hampshire Swine Record.

 

  • Hereford: Raça de suínos nomeada pela sua semelhança com a raça de bovinos Hereford. A raça sempre foi bem popular no Meio-Oeste dos Estados Unidos, especialmente Illinois, Iowa e Indiana. Prosperou bastante até a década de 1950, mas a partir da década de 1960 a população decresceu, devido a mudança na preferência dos criadores para as raças híbridas ao invés de raças puras, mais exigentes. Hoje se estima que o efetivo nos Estados Unidos seja de cerca de apenas 2.000 animais reprodutores. São animais avermelhados com a cara branca e duas patas também brancas. Têm um temperamento dócil e geralmente pesam de 90 a 115 kg em cinco ou seis meses de idade. As porcas adultas pesam em média 270 kg e os cachaços 360 kg.

 

  • Kele: Animal preto peludo originário de Yunnan e Guizhou, regiões montanhosas do sudoeste da China, com altitude variando entre 1700 metros a 2400 metros com temperatura extremamente fria durante o inverno e seco e úmido no verão. A sua alimentação é baseada em tubérculos e rizomas silvestres, pois a disponibilidade de outros alimentos é precária. Eles geralmente têm as costas arqueadas, tórax estreito, patas traseiras enrugadas, pés fortes e corpo leve. 

 

  • Lacombe: A raça é de porte médio, branca, com grandes orelhas caídas, pernas curtas e conformação bem carnuda. A raça foi especialmente selecionada e conhecida pela sua precocidade e docilidade, especialmente das fêmeas. Na sua melhoria houve a seleção dos animais visando maior tamanho das leitegadas, maior peso na desmama, melhor taxa de crescimento, eficiência na conversão alimentar, qualidade de carcaça e solidez física. 

 

  • Landrace: A raça Landrace foi desenvolvia na Dinamarca entre 1830 e 1840 através do cruzamento do porco nativo com o Yorkshire (Large White) britânico.. Na década de 1880 os criadores de suínos da Dinamarca, que produziam seus animais visando o mercado da Alemanha, resolveram conquistar o mercado britânico que preferia um animal  com manta de toucinho delgada entremeada de carne para a produção de bacon. O trabalho foi melhorado em 1896 com o estabelecimento do primeiro centro de controle governamental, com o objetivo de obter um porco que fosse adequado para o mercado britânico, surgindo o Landrace. 

 

 

Benefícios dos Suínos

 

Tanto a mudança do padrão demográfico do país, com cerca de 70% da população vivendo nas cidades, quanto a mudança de hábitos de consumo levaram os frigoríficos a abater suínos para atender essa nova demanda. O consumidor urbano prefere carne de suíno com pouca gordura, o que somente é possível com animais de alto padrão genético, com carcaças melhoradas e adequadamente alimentados. Normalmente, os suínos criados extensivamente não têm esse perfil: apresentam grande quantidade de gordura e seu potencial de produção é bem inferior ao dos animais criados em sistema intensivo. A criação extensiva é uma atividade de subsistência, restrita a pequena parcela de consumidores, principalmente do interior e que moram próximos dos locais de criação.

 

 

Fontes:

suino.com.br

sistemasdeproducao.cnptia.embrapa.br

gestaonocampo.com.br

stravaganzastravaganza.blogspot.com.br

Comentários sobre Suínos

Vídeo sobre Suínos

Twitter
Suínos
https://www.youtube.com/embed/LoQrRBgkgec
Suínos